As marcas eurochinesas

Volvo e Lotus já tinham participação da chinesa Geely, que agora também comprou parte da Mercedes-Benz

xc60_frentlat_mov_2

A Volvo é uma empresa sueca.

A Mercedes-Benz é alemã.

A Lotus é inglesa.

Todo mundo sabe disso, são montadoras tradicionais, que fazem da Europa a referência sobre tecnologia embarcada.

Européias? Nem tanto. Todas elas já têm participação de uma gigante mundial, a Geely, uma marca que talvez você não conheça, mas que representa a pujança da indústria automobilística chinesa.

A Volvo Automóveis, na verdade, foi adquirida pela Geely já em 2010. No ano passado a Geely comprou parte da operação da Caminhões da Volvo e ficou sócia na Lotus, além de adquirir o controle da empresa que administra os tradicionais táxis ingleses, a London Taxi Company.

Na semana passada, pagou U$ 9 bilhões por 10% da Mercedes-Benz, numa operação que preocupa o governo alemão.

Essas aquisições têm como objetivo dar à Geely acesso às tecnologias das mais importantes montadoras do mundo e explorar áreas como Pesquisa e Desenvolvimento, manufatura e ações de mercado.

Guarde esse nome: Geely.

A China já é o maior fabricante de automóveis do mundo.

Já já, vai ser também o melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br