Brasil ganha casa McLaren

Concessionária paulista é a terceira da América Latina. Dois Senna GTR de R$ 8 milhões já foram vendidos
mclaren_1

A concessionária brasileira da McLaren foi inaugurada nesta terça-feira, 8, mas quem pretendia comprar o topo de linha da marca se frustrou. Isso porque as duas unidades da McLaren Senna GTR já foram vendidas. Na verdade elas nem chegaram a cruzar a fronteira brasileira. Os compradores, que pagaram por ela R$ 8 milhões (preço estimado, pois depende do valor da libra esterlina no dia do pagamento), vão pegar o carro na fábrica na Inglaterra.
mclaren_senna_1

Agora só restaram as versões mais baratinhas: 720S (R$ 2,7 milhões e R$ 3,1 milhões) e as duas versões da 570S (R$ 1,8 milhão e R$ 2,1 milhões).

A concessionária brasileira, a Eurobike, é a terceira da América Latina (tem também em Santiago e na Cidade do México) e a 80ª do mundo. Fica na Vila Olímpia e foi cuidadosamente projetada para atender aos exigentes padrões da marca e dos seus clientes.

A McLaren tem três famílias de produtos: Sport Series, Super Series e Ultimate Series, que são distribuídas para 30 mercados. Cada carro é montado a mão no McLaren Production Center, em Woking, Inglaterra.
mclaren_2

O Senna GTR foi apresentado hoje na inauguração da loja, para o delírio dos amantes da marca. São apenas 500 unidades produzidas, o Brasil já foi contemplado com as suas duas unidades.

O carro é uma homenagem ao piloto Airton Senna e desenvolvido por seu sobrinho e piloto de testes da McLaren Automotive, Bruno Senna.

A super máquina tem motor 4.0 V8 biturbo de 800 cavalos de potência, é o modelo mais rápido já feito pela marca. O McLaren Senna GTR faz de 0 a 100km/h em apenas 2,8 seg, de 0 a 200km/h em 6,8 seg e sua velocidade máxima é de 340 km/h.

“Fiel ao seu nome, o McLaren Senna é o mais radical carro aprovado para circulação em estradas que a marca já construiu. É um prazer vê-lo aqui hoje no Brasil, honrando o nome que ostenta: Senna”, afirmou Bruno.
mclaren_3

A Eurobike espera vender 20 unidades de toda a linha até o fim do ano. Quatro já foram entregues, além das duas Senna GTR.

A McLaren anunciou em 2016 investimento de R$ 4,85 bilhões em pesquisa e desenvolvimento para entregar 15 novos carros ou derivados até o final de 2022, dos quais pelo menos metade serão híbridos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br