Concessionária digital reduz custos e faz venda digital

imagem (7)

Os espaços ocupados pelas concessionárias de veículos nas grandes cidades são cada vez maiores, para atender o cliente nos show roons, estocar os carros nos pátios e fazer o atendimento de pós venda com amplas oficinas. Isso aumenta o custo da empresas e praticamente inviabiliza o negócio quando se fala em regiões nobres, como Pacaembu, Jardins, Vila Nova Conceição, em São Paulo.

Para resolver esse problema e, ao mesmo tempo, oferecer uma opção mais moderna e adequada ao consumidor da era da internet, a Fiat criou a Concessionária Digital, cuja primeira unidade já funciona na avenida Pacaembu e outras 130 deverão estar funcionando durante o ano que vem.

imagem (6)

A Concessionária Digital é na verdade um complemento da concessionária tradicional, que não deixará de existir. A Digital vai atender o público que circula em regiões adensadas de alto poder aquisitivo e pretende ser uma espécie de “vivência” do consumidor com a marca e os seus produtos.

Contém três carros em exposição, a picape Toro, o Argo e o Cronos. As informações dos carros são obtidas num totem digital ao lado de cada veículo, em autoatendimento, mas com alternativa de ter o apoio de um especialista, mas a arquitetura física e de informação permite o autoatendimento. O usuário escolhe o carro, a motorização, detalhes de acabamento e equipamentos de forma a finalizar ali mesmo a compra e receber o carro em casa no dia marcado. Antes disso, pode fazer o test drive acompanhado de um especialista.

“A tendência é que no futuro toda a compra seja feita de forma digital – disse Herlander Zola, diretor comercial da Fiat – até mesmo a aprovação do crédito e a aceitação do carro usado na troca, duas coisas que hoje ainda não se faz, pelo dificuldade de operação”.

imagem (5)

Zola lembra que de 60% a 70% das compras, atualmente, exigem parte de pagamento a prazo, portanto há a necessidade de negociação do financiamento, definição de prazos, taxas de juros etc. O carro usado também faz parte da maior parte dos negócios, entre 50% e 60%, uma operação ainda mais difícil de ser realizada de forma digital.

“Mas ambas as operações deverão ser feitas de forma remota em pouco tempo”, avalia o diretor da Fiat, que prepara a rede de revendas da marca para tempos de mudanças rápidas e gigantescas no comportamento do consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br