Mais um ano fraco em venda de motos

Com crescimento no último trimestre, fabricantes apostam em aumento de vendas em 2018

moto_concessionarias de motos

Com 882.876 unidades, o setor de motos encerrou 2017 no mesmo patamar do que no ano anterior (houve uma queda residual de 0,5%).

Foi um resultado bastante desfavorável para os fabricantes. O setor continua em queda, ao contrário das vendas de carros que cresceram quase 10%.
O que atenua o mau resultado anual é que se observou um crescimento vigoroso no último trimestre, o que indica que o setor se recuperou, mas não a tempo de fechar o ano em alta.

O período de outubro a dezembro registrou um aumento de vendas de 32%. Assim, os dirigentes acreditam que 2018 será promissor e já estabeleceram uma meta crescimento de 5,9% para o ano.

A queda dos juros e o acesso ao crédito também devem estimular as vendas este ano. É o que esperam os fabricantes.

Emplacamento
As vendas para o varejo totalizaram 851.013 unidades em 2017, queda de 5,4% sobre as 899.793 motocicletas emplacadas no ano anterior

Em dezembro foram licenciadas 77.437 motos, recuo de 4,2% sobre o mesmo mês de 2016 (80.837). Na comparação com novembro houve aumento de 18,6% (65.277).

Em dezembro a média diária de vendas (3.872 unidades) apresentou alta de 18,6% sobre novembro (3.264). Na comparação com o mesmo mês de 2016 houve redução de 5,4% (3.674 unidades).

projeções motos18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br