Mercado de usados fica estagnado

Mas os 14,2 milhões de veículos comercializados mostram o vigor do setor, que aposta no aumento da confiança do consumidor em 2019

carrousados

Com 14.275.382 unidades comercializadas em 2018, as vendas de veículos usados mantiveram o volume do ano anterior: houve, na verdade, um crescimento residual de 0,4%: em 2017 foram transferidos 14.212.673 veículos.

Se não cresceu, o setor manteve o vigor, com um volume de vendas quase quatro vezes maior do que o segmento de novos (cerca de 3,5 milhões incluindo carros, comerciais leves, motos, caminhões e ônibus).

Tanto que Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto – Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores – considerou o resultado positivo. Apesar disso, ele acredita em crescimento em 2019:

“Acreditamos que a ação do novo governo, tão logo inicie a implementação de seus projetos, deverá trazer uma forte influência sobre as expectativas do mercado e os seus efeitos nos níveis de confiança e desempenho da economia para os próximos meses”, reflete o dirigente.

As motos totalizaram 2,9 milhões de unidades, enquanto foram transferidos de donos 368 mil caminhões e ônibus usados.

O segmento dos carros entre quatro e oito anos de uso foi o mais pujante, com 5.758.170 unidades em 2018. Em seguida aparecem os carros chamados “velhinhos”, com mais de 13 anos de uso, com 3.342.521 unidades e os com nove a 12 anos, com 2.752.395 carros. Os seminovos somam 2.422.296 unidades.

Em dezembro, as vendas cresceram 11,8% sobre novembro e 3,8% sobre dezembro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br