NXR Bros é a moto mais valorizada do Brasil

Honda ganha mais uma vez a Certificação Maior Valor de Revenda; estudo mostra que a moto perde apenas 6,7% em um ano

honda-nxr-160-bros-esdd

A Honda NXR 160 Bros foi a grande campeã do Selo Maior Valor de Revenda – Motos 2018, certificação concedida pela Agência Autoinforme com base no Estudo de Depreciação que avalia o comportamento de preço das motos vendidas no mercado brasileiro.

O evento de premiação, feito em parceria com a Textofinal de Comunicação, foi realizado nesta sexta-feira, 20, em São Paulo, e é derivado do Selo Maior Valor de Revenda Autos, iniciado em 2014 e que terá sua quinta edição em novembro, durante o Salão do Automóvel. A premiação para o setor de duas rodas, em sua terceira edição, homenageia as motos que obtiveram o maior valor de revenda depois de um ano de uso.

O Estudo de Depreciação de Veículos realizado pela Autoinforme é elaborado com base na cotação da Molicar e os preços avaliados são os realmente praticados no mercado e não os de tabela. É feita a comparação do preço real (praticado) da moto zero quilômetro vendida em abril de 2017 com o preço da mesma moto, usada, vendida no mesmo mês de 2018.

A NXR 160 Bros apresentou uma depreciação de apenas 6,7% depois de um ano e levou a Honda a receber a certificação Maior Valor de Revenda pelo terceiro ano consecutivo.

Além da campeã geral, que foi vencedora na categoria Trail, a Honda venceu em outras duas categorias: Motoneta, com a Biz 110i (9,1% de depreciação) e Street, com a linha CG 125 (8,5%).

_cg160titan_cores_preta

A Yamaha foi a marca com maios número de certificações: conquistou cinco: Crossover, com a MT-09 Tracer, que obteve um índice de 11,7%, Scooter até 200 cc, com a NMAX 160 (12,5%); Naked até 800cc, com a MT-07 690 (11,7%); Naked acima de 800cc, com a MT-09 850 (11,4%) e na categoria Sport até 800cc, com a YZF-R3 com uma depreciação de 11,8%.

Nmax_2019

A Triumph ganhou em duas categorias neste ano: Big Trail até 800cc, com a Tiger 800 com índice de 12,8% e a Street Twin 900 foi ganhadora na categoria Clássica, com perda de 11,8%.

triumph-tiger-800-xrx-

A BMW recebeu os troféus nas categorias Big Trail acima de 800cc, com a moto R 1200 GS (depreciação de 12,9%) e na Sport acima de 800cc, com a BMW S 1000 RR, que teve um índice de -11,1%.

bmw-s-1000-rr-10-201

A Harley-Davidson venceu nas categorias Custom acima de 800cc, com a Softail Heritage 14,6% e na Touring em primeiro e segundo lugar com a Touring Road King em primeiro e a Touring Street Glide em segundo, as duas com índice de 12,3%.

2017 FLHXS Street Glide Special. Touring

2017 FLHXS Street Glide Special. Touring

A Shineray ganhou pela primeira vez na categoria de entrada 50cc, com 15,8% de depreciação. Na categoria Custom, a Kawasaki recebeu o selo com a Vulcan S 650 e uma taxa de 12,3% de depreciação na categoria e a Dafra ganhou o selo na categoria Scooter acima de 200 cc e uma taxa de depreciação de 12,6%.

Vulcan_S

Assim como os demais veículos automotores, a moto é um dos raros bens de consumo que continua valorizado depois de sair da loja. E a manutenção do seu valor depende de vários fatores, como valores intrínsecos (o carisma da marca) e valores objetivos (boa rede revenda, bom atendimento, manutenção fácil e econômica etc).

Como conquistar um bom valor de revenda? São várias as respostas para essa pergunta: valorizando a usada, pagando mais que a concorrência na troca da moto usada da própria marca por uma OK e atender bem o cliente, dando feedback, dando resposta a pedidos e reclamações, resolvendo imediatamente os problemas apresentados, implantando um sistema eficaz de comunicação com o cliente, enfim, criando uma boa imagem no mercado.

O desafio dessa certificação é instigar os atores do mercado a entenderem as razões que levam um produto a ter um bom valor de revenda, já que esse é um dos principais atributos que o consumidor leva em conta na hora de comprar um modelo OK.

O objetivo é incentivar a indústria e as importadoras a oferecerem, cada vez mais, melhores produtos e melhores serviços de pós-vendas, de modo que os consumidores possam obter o máximo do seu investimento.
Por outro lado, auxilia o consumidor na hora da compra da moto OK, reconhecendo aqueles modelos que obtiveram maior valor no mercado de usados, por sua boa imagem junto ao público.

Veja os ganhadores por categoria:

PMVR_Motos_2018

Veja como foi o evento de premiação:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br