“O carro atual é um smartphone com quatro rodas”

Antonio Filosa, da FCA reafirma investimento em SUV e tecnologia

Antônio Filosa, presidente da FCA

Antônio Filosa, presidente da FCA

Dos 45 bilhões de euros que a FCA – Fiat Chrysler Automóveis vai investir em todo o mundo nos próximos cinco anos, R$ 14 bilhões serão destinados à renovação e a produção de novos modelos na América do Sul, onde o Brasil tem a maior parte das vendas: exatamente 52%, mas onde cresce a participação de pelo menos três países, que estão chamando a atenção da montadora: Chile, Colômbia e Peru, além da Argentina, que é o segundo maior mercado do Continente.

Antonio Filosa, presidente da FCA no Brasil, confirmou o foco em três setores: inovação, carros elétricos e carros autônomos, destacando também que no Brasil será dada ênfase ao aperfeiçoamento do álcool que, além de ser um combustível sustentável em todo o processo produtivo (que vai do plantio ao uso), pode ser o alimento para a célula de combustível.

A Fiat terá 15 carros novos até 2022 e a Jeep dez.

A empresa considera que a cara do carro atual é o utilitário esportivo, e é nesse segmento que vai investir pesado.

Mas a tecnologia, de mobilidade e conectividade é que vai dominar o próximo período no setor, segundo Filosa, que enxerga o carro atual como um verdadeiro “smartphone com quatro rodas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br