Os dez carros mais depreciados do mercado

Mitsubishi ASX lidera a lista, mas nenhum perdeu mais do que 20% em um ano

mitsubishi-asx-outdoor_1

O Estudo de Depreciação de Veículos que resulta na certificação Maior Valor de Revenda mostra neste ano que os índices foram bastante positivos. No topo da lista, onde o Honda HR-V aparece em primeiro lugar com 8,8% (é o carro com o maior valor de mercado do País), outros sete modelos obtiveram índices abaixo dos 10%, o que significa uma excelente performance de mercado.

Além do HRV, tiveram depreciação abaixo dos 10% os modelos
Compass: 9,1%
Onix: 9,2%
Up: 9,3%
Toro: 9,3%
Kicks: 9,3%
Corolla: 9,3%
Fit: 9,7%

Os resultados foram positivos também para os mais depreciados. Nenhum dos modelos que ficaram no fim da lista tiveram depreciação maior do que 20% (veja lista dos mais depreciados). Em anos anteriores, vários carros perderam mais do que esse percentual depois de um ano de uso.

O Mitsubishi ASX foi o carro com a maior perda: 19,8% em um ano. Em seguida vem o Dodge Journey, com 18,5% e o Audi Q5, com 18,1%. Hyudai Azera (17,6%) e Spacefox (17,2%) completam a lista dos cinco carros mais depreciados.

Os mais depreciados
mais depreciados

7 comments

  1. Fireking Reply

    Melhor carro do brasil jac j3 e o novo t40 , não tem como negar que os carros são ótimos

  2. Ricardo JB Reply

    Pesquisa meia boca “tendenciosa”, vc comparar carros de luxo, proporcionalmente com bem menos procura, e com proprietários pouco interessados se vão ganhar ou perder na revenda, até porque vão trocar por outro mais sofisticado e novo, na maioria dos casos nas revendedoras, com carros mais populares, onde o comprador esta procurando uma “oportunidade” de barganha no caso de um seminovo, em qualquer loja ou até mesmo direto com o proprietário, o que mais me interessa são os itens de serie, a segurança para minha família, o conforto numa viagem um pouco mais longa, resumindo o custo x beneficio, o único desta lista que faz sentido é a Palio Weekend vai vai ser descontinuada. Se for para investir, pensando em ganhos futuros, aplica o dinheiro em fundos, e anda de Palio, Gol, Uno…

  3. Alvarenga Reply

    Acho que a depreciação “menor” tem a ver com o aumento absurdo que os veiculos tiveram nos ultimos tempos. Aos pouquinhos as montadoras recompuseram seus preços dos novos e isto deve ter ajudado a segurar um pouco a queda dos usados.

  4. ZANINI FILHO Reply

    País da loucura….nenhum vale o que custa….se compra mais impostos não automóveis..Brasileiro é burro, principalmente se compra carro zero Km.

  5. José Mário Ferreira Reply

    Possua um ASX Outdoor que é um carro que atende às minhas necessidades. Considero que estou em boa companhia!

  6. Irajá Reply

    Que estranho, não apareceu nenhum Citröen?

  7. Edson Santos Reply

    Dentro destes carros com depreciação estão os carros que a manutenção é muito cara. A pessoa compra o carro nas primeiras revisões ele se assusta mas ai a fama já correu principalmente os seis cilindros sem falar na alta do combustível tanto álcool como a gasolina.
    e se estiver fora do estado de São Paulo fica pior ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br