Segurança básica, mas nem todos os carros têm

controle-estabilidade
Muitas vezes as montadoras demoram a incluir uma nova tecnologia em seus modelos, quase sempre por questão de custo. Logo que chegam ao mercado os equipamentos são caros, baixando de preço conforme o volume fabricado vai aumentando. Mas alguns equipamentos, principalmente de segurança, deveriam fazer parte de qualquer carro, seja do segmento de luxo, seja um modelo de entrada.
O Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança da Mapfre) elaborou uma lista de itens essenciais para proteger os ocupantes dos veículos, são eles: freios ABS, airbags frontais, cintos de segurança de três pontos, barra de proteção lateral nas portas, apoio de cabeça e controle de estabilidade. Alguns desses itens são obrigatórios por lei, outros ainda não, mas todos são fundamentais para a segurança de motoristas e passageiros.
Confira a lista dos seis itens de segurança indicados pelo Cesvi e qual a funcionalidade de cada um:
ABS – Sistema antitravamento dos freios: em uma frenagem brusca, a central eletrônica impede que as rodas se travem, o que evita derrapagem e mantém o carro na trajetória definida pelo motorista, ou seja: mesmo com o freio travado, o carro desvia do obstáculo. Desde 2014, todos os veículos novos saem de fábrica com o recurso.
Airbags frontais – Bolsas que se inflam em caso de colisão frontal para proteger os ocupantes de ferimentos. Também são obrigatórias desde 2014.
Cintos de segurança de três pontos – Protege a região do tórax, oferecendo mais efetividade na proteção dos ocupantes. A partir de 2020, todos os veículos vendidos no Brasil devem sair de fábrica com o cinto de três pontos para todos os ocupantes, inclusive os dos bancos traseiros.
Barra de proteção lateral nas portas – Essencial para a proteção dos ocupantes em caso de colisão lateral, esse tipo de reforço evita grandes deformações da estrutura do veículo (portas e colunas) em acidentes laterais, diminuindo os ferimentos aos ocupantes.
Apoio de cabeça – Disponível em todos os carros novos, esse tipo de proteção evita o chamado efeito chicote, que é a movimentação brusca do pescoço e cabeça dos ocupantes em colisões traseiras, protegendo contra lesões na coluna. Será obrigatório em todos os carros em 2020.
Controle de estabilidade – Sistema eletrônico de estabilidade que evita derrapagens e perda de controle da direção, atuando sem a intervenção do motorista e impedindo que o veículo rode em situações de desvio brusco. Será obrigatório no Brasil apenas em 2022.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br