Kia cresce 39%

Sportage foi o importado mais vendido entre as marcas que não têm fábrica no Brasil

kia_sportage3

Com licenciamento de 11.719 carros vendidos, a Kia foi a marca de importados que mais cresceu em 2018. A alta, de 39% sobre 2017, é quase três vezes maior do que a média do mercado interno de automóveis e comerciais leves, que foi de 13,7%.
No ano anterior ainda sob o efeito da limitação das cotas de importação e do imposto extra, a Kia vendeu apenas 8.431 carros. O volume vendido pela Kia representa cerca de um terço de todas as vendas de carros importados por marcas que não têm fábrica no Brasil.

Considerando o mercado total de importados, que foi de 304.055 unidades, a marca teve boa presença, com 3,8% de participação.

Mesmo com esse bom desempenho, José Luiz Gandini, presidente da Kia, avalia que o resultado poderia ser ainda melhor se o País não tivesse enfrentado problemas como a greve dos caminhoneiros, a retração em consequência da Copa do Mundo e das eleições e alta acentuada do dólar.

A Kia teve também o importado mas vendido, o utilitário esportivo Sportage, que teve 5.648 unidades emplacadas, um crescimento de 55,2% sobre o volume vendido em 2017.

O comercial leve Bongo (2.481 unidades) e o sedã Cerato (2.472) também tiveram peso importante no portfólio da empresa em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todo o conteúdo deste site é propriedade da Autoinforme - Agências de Informação do Automóvel S/C LTDA
É proibida a reprodução, cópia, republicação, redistribuição e armazenamento por qualquer meio.
Para obter autorização da reprodução do conteúdo LIGUE para (11) 5535-6294 | Email:autoinforme@autoinforme.com.br