Luguez vai fabricar resina em Ohio, para atender a indústria automobilística local. Estado dá incentivo a empresas brasileiras

A fabrica de autopeças Luguez, de Guarulhos, vai montar uma filial nos Estados Unidos. A empresa, que produz resina de poliuretano para fabricação de isolamentos acústicos, acabamento interno de veículos (teto, lateral) e peças estruturais, fez uma parceria com o governo do estado de Ohio e vai atender à forte demanda local.

Sediada numa área de 3.500 metros quadrados onde emprega 100 funcionários numa instalação perto do aeroporto de Cumbica, a Luguez, com faturamento de R$ 25 milhões por ano, teve a instalação facilitada nos Estados Unidos graças ao incentivo do governo local, que está convidando empresas brasileiras dos setores de autopeças e de aviação para se instalar no país.

Um dos brasileiros que atenderam o chamado para a parceria, Luiz Catalani, dono da Luguez, disse que encontrou em Ohio uma situação favorável:

“Fomos recebidos por representantes do governo local, tivemos apoio de tributaristas, e percebemos que, ao contrário do Brasil, a facilidade para produção é muito grande: enquanto o governo no Brasil dificulta a operação industrial, lá eles facilitam”.

Luiz considera que o empreendimento é uma boa oportunidade para empresários brasileiros, porque os Estados Unidos oferecem boas oportunidades de ampliação da produção. “O volume de consumo está lá. Lá tem mercado, o país proporciona aos investidores uma situação sustentável a longo prazo”, disse.

A Luguez vai montar uma operação com parceiros que atuam no Brasil e que têm relação com clientes americanos, caso da Jonh Deere, que já é sua cliente no Brasil, mas tem potencial de ampliar a parceria com a operação dos EUA.

“Vamos nos tornar uma operação global”, disse o empresário, destacando que o estadunidense, hoje, está mais preocupado com tecnologia e está abandonando a produção de produtos básicos. “Isso abre as portas para nós, brasileiros, pois encontrarmos um mercado aberto e com custos de produção muito inferiores ao que temos no Brasil”.

A empresa responsável pelo convite às autopeças brasileiras para a produção em Ohio é a The Information Company. Informações pelo e-mail: pedro@theinformationcompany.net