Play

A produção de bicicletas subiu 15,9% em 2018, segundo dados da Abraiclo, associação que reúne os fabricantes de motocicletas e bicicletas. No polo industrial de Manaus, 773.641 unidades foram fabricadas, contra 667.363 em 2017.

Foi um ano de recuperação do setor, segundo Cyro Gazola, vice presidente do segmento de bicicletas da associação, visto que desde 2012 a fabricação vinha sofrendo quedas.

O vice-presidente conta que a implantação de ciclovias e ciclofaixas favorece o aumento de vendas, mas o que o anima é ver a leve recuperação da confiança do consumidor e aumento das ofertas de crédito. O executivo acredita que o novo governo pode implantar novas medidas econômicas que vão favorecer o crescimento do setor.

“Acreditamos que haverá um crescimento de 10,8% na produção de 2019, devendo chegar a 857.000 unidades”, disse Gazola.

Importação e exportação

Outra boa notícia para os fabricantes é que a produção cresceu a importação caiu, quer dizer: a preferência do consumidor pela bicicleta fabricada no Brasil

Em 2018 foram importadas 117.668 unidades, contra 152.098 em 2017, o que representa uma queda de 22,6%.

Já a exportação teve aumento de 6,9% no ano, com 12.880 unidades, contra as 12.048 de 2017. O principal mercado externo é o Paraguai, com 48,7% das vendas, seguido do Uruguai (27,4%) e Bolívia (14%).