Foram 162.516 licenciamentos em janeiro; vendas diárias são só 1,3% menores que em janeiro do ano passado

O ano começa bem para o setor de carros e comerciais leves, com vendas de 162.516 unidades em janeiro. Se esse número representa queda de 12% em relação ao total licenciado em janeiro de 2020 (184.125), nas vendas diárias – que melhor representam o ritmo do mercado – a queda é de apenas 1,3%, um bom desempenho considerando que janeiro do ano passado não sofria o impacto da pandemia do coronavírus nos negócios.

Foram vendidos no primeiro mês do ano 8.126 carros por dia, contra 8.366 em janeiro de 2020. Em relação a dezembro a queda foi significativa, como era de se esperar, pois o último mês do ano é sempre o que tem os melhores resultados. A média diária em dezembro foi de 10.540 unidades.

A Fiat começou o ano colocando 2,5 pontos percentuais em cima das suas principais concorrentes. A italiana vendeu 30.888 mil carros e ficou com 19% de participação, deixando Volkswagen (26.840 carros e 16,5%) e Chevrolet (26.617 e 16,4%) bem para trás. Mantendo o desempenho registrado em 2020, a Hyundai começa o ano destacando-se na quarta posição com 9,1% e a Jeep ficou em quinto lugar, numa inédita posição. A propósito, as marcas da Stellantis garantiram à montadora a liderança geral, com 28,1% das vendas internas e 45.644 unidades vendidas (veja quadro) e cinco carros da empresa ficaram entre os dez mais vendidos no mês.

Ranking por marca
Janeiro/2020

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ranking por modelo
Janeiro/2020

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcas da Stellantis
Janeiro/2020