Vendas caíram 14,6% em relação a setembro e 39,4% em relação a outubro do ano passado

Foram emplacados apenas 1.597 carros importados em outubro, contra 1.871 unidades de setembro, uma queda de 14,6%. Pior foi o compartido com outubro do ano passado: em relação àquele mês as vendas caíram 39,4%, sinal que as vendas no setor estão mesmo fracas.

Esses números se referem às marcas filiadas à Abeifa, associação de importadores e fabricantes; não são consideradas as importações das marcas de grande volume, filiadas à Anfavea.

No acumulado dos primeiros dez meses do ano, as unidades importadas significaram queda de 4,9%: de janeiro a outubro de 2021, foram registradas 21.392 unidades, contra 22.491 emplacamentos no mesmo período de 2020.

Os fabricantes filiados à associação venderam em outubro 39.952 unidades, contra 23.734 unidades dos primeiros dez meses de 2020, ou seja, registraram uma alta de 68,3%.

“Tanto na importação como na produção nacional, as nossas associadas não conseguiram atender à demanda potencial, por causa da falta de produtos em consequência do abastecimento instável de semicondutores. Essa situação tem provocado fila de espera por vários modelos importados”, disse o presidente da Abeifa, João Henrique Oliveira.