No Pacaembu, o evento Veículo Elétrico Latino-Americano reúne tudo sobre a eletromobilidade

Mesmo com atraso em relação aos países europeus, asiáticos e Estados Unidos, o Brasil avança na mobilidade elétrica, com quase todas as marcas apresentando as suas opções de veículos elétrico puro ou híbrido e algumas se restringido a esse tipo de propulsão. Fabricantes, fornecedores e consumidores terão uma grade oportunidade de ver, reunidos num só lugar, a variedade de opções que o mercado vai oferecer (ou já oferece) em relação ao uso da eletricidade. É que São Paulo vai sediar o evento Veículo Elétrico Latino-Americano, um dos maiores e mais importantes eventos brasileiros da área da eletromobilidade, que começa na próxima quarta-feira (23/09/21) e vai até 24 de setembro, no auditório do Museu do Futebol, no Estádio do Pacaembu. Nos dias 23 e 25 haverá também exposição de veículos, produtos e tecnologias com test-drive de elétricos, na Praça Charles Miller e os participantes vão comemorar no dia 25 o Dia da Mobilidade Elétrica.

O Tesla Model Y será uma das atrações do evento, que terá a exposição de uma grande variedade de elétricos, incluindo veículos elétricos, não apenas carros, mas também motos, triciclos, bicicletas, monociclos, patinetes e o primeiro carro-forte elétrico do mundo, do Grupo Protege (veja matéria).

A feira terá também exposição de produtos e tecnologias do setor da eletromobilidade. A Eletra, parceira do carro-forte elétrico, cooperou também com o projeto do primeiro (e por enquanto único) caminhão 100% concebido, desenvolvido no Brasil, o Volkswagen e-Delivery, apresentado recentemente ao mercado.

A BYD, que vem se destacando mundialmente no setor, também estará presente no Veículo Elétrico Latino-Americano, com modelos como o Furgão BYD eT3, que atende empresa de soluções integradas de locação de frotas verdes, fornecimento de mão de obra e gestão de resíduos e limpeza urbana.

Inúmeras outras marcas mostrarão das suas opções de eletromobilidade.

A Shineray vai lançar a moto SHE 3000 com autonomia de até 120 km e velocidade máxima de 80 km/h e a Bull Motors vai revelar a produção local das suas motos elétricas.

Produzidas em Recife, as motos Shineray custam entre R$ 7.390,00 e R$ 16.990,00. A marca tem 160 revendas, comercializando motos à gasolina e elétricas.

Com 320 pontos de vendas, sendo três na capital paulista, a Bull vendeu 300 motos elétricas no ano passado e a meta é chegar a mil unidades este ano.

Para participar do C-MOVE, o público deve acessar https://www.congressocmove.com.br/