Plataforma de inteligência artificial desenvolve operações de 254 tera por segundo

Um dos desafios do carro autônomo é a necessidade de uma enorme capacidade de processamento de todos os sistemas, para que possa assegurar uma direção eficaz e segura.

Para isso, a Volvo Fez uma parceria com a empresa Nvidia com o objetivo de aprimorar e desenvolver veículos autônomos.

O sistema Nvidia Drive Orin é uma plataforma de inteligência artificial capaz desenvolver operações sem precedentes de 254 tera (ou 254 trilhões) por segundo, em operações complexas produzidas pelo sistema de condução autônoma.

A parceria estréia a nova geração da arquitetura de veículo modular, a SPA2, que chegará em breve. O primeiro carro a ser equipado com o sistema será a próxima geração do Volvo XC90.

“Com a ajuda da tecnologia Nvidia Drive Orin podemos levar a segurança para o próximo nível em nossa próxima geração de carros”, disse Henrik Green, vice-presidente da Volvo Cars.

Segundo o dirigente, a plataforma é elemento-chave para permitir uma direção autônoma segura e que pode ser atualizada continuamente. Ela funcionará em conjunto com o software e com sistemas de backup para direção e frenagem.

A Volvo está preparada para receber o hardware de condução autônoma desde o início da produção. O novo recurso de direção autônoma será ativado automaticamente quando for verificado que é seguro.

O computador central gerencia as funcionalidades do carro, como software básico, gerenciamento de energia e assistência ao motorista.